Skip to main content
post_inplastic-3-1024x759

Como fazer a coleta seletiva de forma eficiente na sua empresa

post_inplastic-3-1024x759

Implementar um projeto de coleta seletiva na sua empresa faz toda a diferença para contribuir com o meio ambiente e a sociedade. Além disso, a Política Nacional de Resíduos Sólidos tornou a atividade obrigatória e cada município recebe uma meta para que seja possível seguir com o avanço do país e minimizar os problemas ambientais, econômicos e sociais que decorrem do manejo e descarte incorreto de resíduos sólidos.

Para realizar a coleta seletiva de forma adequada, no entanto, é preciso separar os resídios corretamente e ter um planejamento bem estruturado. Além disso, é fundamental que a empresa realize parcerias com fornecedores, para que seja possível reaproveitar resíduos, e eduque os colaboradores a respeito da importância dessa atividade.

Veja, a seguir, algumas dicas que como colocar a coleta seletiva em prática na sua empresa de forma eficiente!

1 – Planejamento

O planejamento é sempre o primeiro passo para implementar qualquer projeto. Afinal, é preciso ter diretrizes claras e o envolvimento de todos para que a coleta seletiva seja realizada adequadamente.

Para isso, faça um levantamento dos resíduos gerados pela empresa. Aqui, é importante entender tanto o volume quanto os tipos e participação de cada um no total. Depois, identifique como a coleta é realizada atualmente e qual o destino desses resíduos.

Dessa forma, você terá um panorama de como a empresa lida com a situação atualmente e conseguirá traçar ações muito mais certeiras para melhorar o processo de coleta seletiva.

2 – Implementação

Com todas as informações em mãos, é chegado o momento de estruturar como será o projeto de coleta seletiva na empresa.

Entenda quais os recursos disponíveis, como as lixeiras para coleta seletiva e containers disponíveis na empresa e analise se não é necessário renovar os itens ou adquirir mais. Aqui, é importante prestar atenção a detalhes como a qualidade das lixeiras atuais e a periodicidade com a qual os resíduos são coletados e encaminhados para o destino final.

Tenha em mente que não basta apenas educar os funcionários para que cada resíduo seja descartado na lixeira certa. É preciso também traçar um plano para que as lixeiras sejam higienizadas com frequência e de maneira correta, além de avaliar se elas estão localizadas em pontos estratégicos da empresa.

Também é fundamental saber para onde os resíduos serão encaminhados. Existem diversas empresas que realizam a coleta de resíduos para reaproveitá-los. A InPlastic, por exemplo, conta com um projeto que coleta os resíduos plásticos de empresas para transformá-los em novos produtos. Dessa forma, a sua empresa pode se enquadrar na Lei dos Resíduos Sólidos.

3 – Ações

Por fim, você deverá partir para as ações e, efetivamente, implementar o projeto de coleta seletiva e acompanhar os resultados obtidos. Nessa etapa é importante já ter definido, além da frequência de coleta e higienização das lixeiras, quem serão os responsáveis por cada atividade.

Detalhes como dias da semana, horários e logística do processo também são fundamentais para que a implantação seja um sucesso!

Não deixe de acompanhar o andamento das atividades e nem de manter as ações educativas com os colaboradores. Tenha em mente que a coleta seletiva precisa ser uma iniciativa conjunta, por isso, é preciso contar com a participação e o comprometimento de todos!



Share article on

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *